FOLCLORE

Caboclo D´água


Moradores da zona da mata mineira ficaram assustados com relatos de que uma criatura peluda, de unhas e olhos grandes que saia do fundo do rio para comer animais que ficavam soltos em pastos perto das margens. Recaem sobre a figura ainda a morte de quatro pessoas e também ataques a fazendas e sítios.

Caboclo D´água

Caboclo d'Água é um ser mítico, defensor do Rio São Francisco, que assombra os pescadores e navegantes, chegando mesmo a virar e afundar embarcações. Para afugentar-lo, os marujos do São Francisco fazem esculpir, à proa de seus barcos, figuras assustadoras chamadas carrancas. Outros lançam fumo nas águas para acalmá-lo. Também são cravadas facas no fundo de canoas, por haver a crença de que o aço afugenta manifestações de seres sobrenaturais.

Os nativos o descrevem como sendo um ser troncudo e musculoso, de pele cor de bronze com grande olhos na testa. Apesar de seu tipo físico, o Caboclo d'Água consegue se locomover rapidamente. Apesar de poder viver fora da água, o Caboclo d'Água nunca se afasta das margens do rio e lagos.

Quando não gosta de um pescador, ele afugenta os peixes para longe da rede, mas, se o pescador lhe faz um agrado, ele o ajuda para que a pesca seja farta.

Há relatos de que ele também pode aparecer sob a forma de outros animais. Um pescador conta ter visto um animal morto boiando no rio; ao se aproximar com a canoa, notou que se tratava de um cavalo, mas, ao tentar se aproximar, para ver a marca e comunicar o fato ao dono, o animal rapidamente afundou. Em seguida, o barco começou a se mexer. Ao virar-se para o lado, notou o Caboclo d'Água agarrado à beirada, tentando virar o barco. Então o pescador, lembrando-se de que trazia fumo em sua sacola, atirou-o às águas, e o Caboclo d'Água saiu dando cambalhotas, mergulhando rio-abaixo.

Acredita-se que o caboclo d'água vive em uma gruta profunda rodeada de ouro. Devido a esta crença muitas pessoas já falecerem na tentativa de descobri a morada da entidade e pegarem todo o seu ouro. Os mais radicais dizem que só de pensarem nisso já é motivo suficiente para este ser curioso os atacarem nas noites.

A lenda do caboclo d'água ainda esta viva em várias regiões ribeirinhas de todo o Brasil. A criançada local não ousa em sair de suas casas no período da noite para o conforto das mães que não precisam se preocupar sabendo que seus filhos estão seguros em casa.

O Caboclo D'Agua (Ou Nego D'Agua, ou Bicho D'Agua) é uma criatura que tem sido vista nas regiões de Ouro Preto, Mariana e Barra Longa, no estado de Minas Gerais. Habita o rio São Francisco e outros rios menores, como o Rio Gualacho, em Barra Longa.

O folclore brasileiro teria muita influência sobre a criatura, e várias lendas diferentes surgiram para explicar de onde tal ser teria vindo. A mais conhecida delas provém de Mariana, que conta que o Caboclo D'Água seria a reencarnação de uma mulher que, no século 16, matava crianças e fazia sabão com elas.

Não se sabe ao certo quem foi o primeiro a avistá-lo, tudo o que se tem são relatos de alguns moradores e pescadores que passaram pela área e o viram. Aproximadamente 150 pessoas já o viram em Minas Gerais e em áreas do rio São Francisco, que ocupa quatro estados brasileiros (Minas Gerais, Bahia, Sergipe e Alagoas). Também a avistamentos desta criatura em outros rios pelo Brasil.

Fonte: Wikipéida / Folclore real
Foto: Roger Cruz/Bruna Brito


Folclore - OpenBrasil.org